out 032013
 

Matéria e fotos: Rodrigo de Aguiar

rodrigo@papareianews.com

Demarcação para o ingresso dos torcedores, mas que neste momento pode ser interpretada como o caminho para a realização das melhorias no estádio

E as obras então começaram! Alguns dizem estarem elas atrasadas, que deveriam ter iniciado tão logo o acesso em maio passado, mas para os rubro-verdes o que realmente importa é ter a casa pronta para o início do Gauchão em janeiro.

O som que se houve no Aldo Dapuzzo ainda não é o da torcida, mas sim o de marretas, que neste momento ditam o ritmo das obras. O torcedor até voltará este ano ao estádio para acompanhar o segundo turno da Copa Fronteira Sul, mas até agora são os operários e a máquina de cortar grama que dão som ao local.

A demolição das arquibancadas interditadas começou há mais de uma semana e o espaço antes ocupado por elas começa gradativamente a dar lugar a um grande vazio, que poderá ser ocupado por torcedores de pé ou por acomodações móveis, como no estádio do Vale. Quem também começou a receber a devida atenção foi o gramado.

Na semana passada profissionais de Porto Alegre estiveram coletando amostras do solo para análise de qual espécie de grama deverá ser plantada e o resultado, assim como o valor dos investimentos, deverão ser conhecidos nos próximos dias. A empresa porto-alegrense é responsável pelo desenvolvimento e manutenção de mais de duzentos gramados espalhados pelo Brasil, entre eles o da Arena do Grêmio.

Hoje terá início mais uma ação para chamar o torcedor a auxiliar nas obras de recuperação do estádio. A campanha “Eu ajudei a construir o novo gramado do Sport Club São Paulo” será a mais nova aposta da direção do clube para buscar os recursos necessários para as melhorias no campo de jogo. De acordo com o presidente Paulo Costa, o gramado de 100×70, com uma área total de 7.000 m², foi dividido e cada metro quadrado tem o valor de R$ 22,00.

Dessa maneira o torcedor poderá adquirir quantos metros quiser e receberá como comprovação um recibo, contendo a frase que dá nome a campanha. Além de servir como transparência, o documento será também uma forma de mostrar que aquele rubro-verde contribuiu para a obra do gramado.

Interessados em aderirem à campanha podem comprar o seu metro quadrado na Tabacaria Kan Kan, Bar Atlântico, lotérica Timão, Postos Ongaratto, madeireira Zanetti da Presidente Vargas e principalmente na loja do clube. O mandatário do Leão do Parque disse ainda que materiais de construção são bem vindos.

Por conta disso, em virtude do possível interesse do torcedor, uma lista está disponível também na madeireira Zanetti da Avenida Presidente Vargas e a pessoa pode escolher qual material gostaria de doar dentre aqueles tidos como prioritários. Uma vez comprados, a nota fiscal sairá em nome do clube e o doador automaticamente torna-se um patrocinador do time.

Espaço abrigará torcedores de pé ou acomodações móveis

Trabalho começou há mais de uma semana


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/joses963/public_html/papareianews.com/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1044