fev 222013
 

Matéria: Rodrigo de Aguiar;

Fotos: José Silveira.

rodrigo@papareianews.com

jose@papareianews.com

O Bumbum da Filomena, um dos mais tradicionais blocos, marcou presença em 2013.

A comunidade Riograndina e os turistas de várias partes do estado lotaram a Avenida Rio Grande, no Balneário Cassino, para acompanhar o desfile dos diversos blocos carnavalescos que agitaram as cinco noites do carnaval mais interativo da região, a cada passagem diversos foliões seguiam atrás movidos pelo espírito de brincadeira e da diversão que durante as madrugadas passava das 3h da manhã.

A criatividade de cada um chamava bastante à atenção. Durante as apresentações foi possível vermos figuras do cinema e dos contos de fadas, as fantasias muito bem preparadas mostravam o quanto o carnaval do Cassino tem importância para a cultura local. A oportunidade de transpor o limite da calçada e a reunião das famílias foram as principais diferenças para a folia da cidade, que neste ano acontece entre os dias 8 e 9 de março.

Acompanhamos as apresentações na segunda-feira, dia 11, o primeiro bloco a cruzar foi o “Beira di Praia”, logo após o “Fora da Casinha”, de Bagé, agitou todos com um caminhão de som que não deixou ninguém parado. Embora haja a felicidade os integrantes trouxeram fitas pretas nos instrumentos, que lembravam as vítimas da tragédia de Santa Maria, na Boate Kiss. Já os blocos “Tá pequeno, mas ele cresce” e “Turma do fogo” desfilaram juntos na avenida. O trio “Arastamassa” fez jus ao nome e também puxou os animados participantes.

Quem se beneficiou com toda essa agitação do Balneário foram os vendedores ambulantes, por todos os lados era possível visualizar vendedores de bebidas, espumas, algodão doce e adereços coloridos. É o caso do peruano Eloy Wilber, ele que comercializa na praia tudo relacionado ao verão, estava naquele momento vendendo espumas e disse que a procura estava sendo bastante grande, entretanto revelou que a cada ano a concorrência aumenta mais e novas técnicas de vendas deveriam ser criadas para não ficar atrás diante dos clientes.

Outro ramo que também gerou lucro foi o de bebidas. Conversamos com Juceli, o comerciante que trabalha no setor gastronômico ao longo do ano, vem ao Cassino durante o Carnaval para auxiliar na hidratação dos foliões. Ele explica que mesmo com as mudanças realizadas pela Secretaria Especial do Cassino (SEC) a procura foi boa. Neste ano as bancas foram deslocadas para a outra pista, o que gerou mais espaço e tranquilidade a todos. Ainda segundo ele, a procura era geral, mas a venda de bebidas alcoólicas, como a cerveja, teve a preferência dos consumidores.

Na ocasião a folia seguiu com os blocos “Bumbum da Filomena”, “Eu amo a minha sogra”, “Os Kaki”, “Pato Gay”, “No fundo do teu tambor”, “To ki to”, “Galera do Azukrina” que levou um grande contingente de pessoas, “Veteranos de Bagé”, “Sabotagem”, “Aduba que ele cresce”, “Erva-santa”, “Aqui ninguém passa sede” e “Vem suando que eu te enxugo”.

Os Fora da Casinha, de Bagé, agitou todos com um caminhão de som.

O bloco Beira di Praia abriu a noite que acompanhamos.


Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/joses963/public_html/papareianews.com/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1044